Mucuri. Um rio
de histórias pra contar.

A relação de um rio com as pessoas vai muito além das margens. Esta série documental mostra como o Rio Mucuri se torna o personagem principal de diferentes histórias que correm com o tempo, de geração em geração.

EPISÓDIOS:

MADALENA

PESCADORA

Todo pescador só é bom de prosa porque conta com um rio repleto de histórias. Nesse caso não é história de pescador, é a realidade de quem acorda cedo e enfrenta o rio para garantir, no mínimo, a mistura do dia. E pra quem duvida, as mãos calejadas de conduzir o remo e entralhar rede diariamente estão aí pra comprovar. Marcas de quem há anos vive da pesca e, graças ao Rio Mucuri, pôde criar seus 17 filhos: "Vai que tá com feijão no fogo e não tem uma mistura? Já vem aqui no rio, já passa uma rede e pega um peixinho. Se não conseguir um peixe, vai e entra no mangue e tira um caranguejo. Já tá com a mistura, né? E com um feijãozinho desce bem".

OTACIL

RAIZEIRO

É na diversidade encontrada na Mata Atlântica que o Otacil encontra o que é preciso para preparar a raizada. Na garrafa, as propriedades da mata que curam de maneira natural. Reumatismo. Diabetes. Colesterol. Uma tradição que vem sendo passada de pai para filho, geração à geração. Dom de cuidar descoberto há cerca de 30 anos. Tempo o bastante para que ele aprendesse a importância do Mucuri para levar adiante o seu ofício: "Existe o Mucuri porque existe o nascente. Se não fosse esses nascentes, a gente cuidando, o Mucuri também não existia ele. Então a gente tem que cuidar daqui. Começar aqui".

DÁCIO

COMPOSITOR

Do encontro das águas com o verde da floresta é que o Dácio encontra inspiração para suas composições.Muito embora ele defenda a ideia de que é a natureza que o usa para transmitir aquilo que ela quer dizer, e não o contrário. Basta um violão, um bloco de notas, algumas horas à beira do rio, para que a música vá aos poucos ganhando forma: "Mucuriando eu cheguei até aqui, para enxergar toda essa imensa região.No movimento dessas águas encontrei a natureza junto com a população. Mucuriá é aprender, o rio de hoje vamos juntos proteger. Mucuriá é ensinar que a natureza vida longa vai nos dar".

DANIEL

PRODUTOR RURAL

Se engana quem acha que a vida de quem mora no campo é só tranquilidade. Os trabalhos por lá começam cedo, e tudo por acontece em perfeita harmonia. É preciso plantar, colher, ordenhar, e por fim ainda subir em uma carroça rumo à cidade, onde muitos já estão à espera de produtos fresquinhos. E você sabe o que todas elas têm em comum? Dependem de água direta ou indiretamente: "O Rio Mucuri, entendeu? O Rio Mucuri formou essa represa. E aí, é o seguinte: é onde a gente pega a água dela pra cuidar do gado, pra irrigar as plantas. Ele é tudo pra nós. Então, o Mucuri pra mim é minha vida".

TAPUIA

MARISQUEIRO

Às margens do Rio Mucuri, se equilibrando sobre as raízes que sustentam as árvores, é possível encontrar o Tapuia em busca de marisco, vocação que descobriu quando ainda era criança. É de lá, do mangue, que vêm a panela de barro que prepara o peixe que alimenta as famílias da região, a madeira da jangada que percorre o rio levando e trazendo esperança, o siri-açu, os alimentos que são colhidos nas águas. E foi lá também que descobrimos esse personagem cheio de história pra contar: "O mangue dá tudo pra nós. Dá marisco, dá respiração, dá saúde. Dá vários tipos de coisa que faz bem: o ar, o vento, o cheiro da lama, as raízes que "é" bonita. A natureza é tudo pra nós. Não só o mangue. A natureza".

Sobre o Projeto

Nascentes do Mucuri
Uma nascente de histórias

O projeto Nascentes do Mucuri é uma iniciativa da Suzano em parceria com ONGs, órgãos de governo, instituições privadas e pessoas físicas, com o intuito de recuperar e estimular a preservação de 2.500 nascentes, garantindo a perpetuidade do Rio Mucuri e de milhares de histórias.

IDEALIZAÇÃO

REALIZAÇÃO

Faça parte dessa história

Conheça mais sobre o projeto pela redes sociais ou acessando o site:

www.nascentesdomucuri.com.br